Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

À Sétima é de Vez

Musings of a scientist wannabe, ou um blog pessoal que às vezes fala um bocadinho da vida de cientista.

À Sétima é de Vez

Musings of a scientist wannabe, ou um blog pessoal que às vezes fala um bocadinho da vida de cientista.

February Photo a Day



Todos os meses (desde Janeiro de 2012) a autora do blog australiano Fat Mum Slim lança um desafio fotográfico, que consiste em tirar uma foto subordinada a um tema (um prompt) por dia. É um projecto engraçado, que eu já acompanhava há alguns meses no Instagram, mas sempre à distância. Em Janeiro decidi entrar também na brincadeira, e digamos que até ao dia 22 fui bastante certinha a postar a tal foto diária. No entanto, entrar a correr de manhã e sair do lab já depois de anoitecer e estar todo o dia enfiada no mesmo sítio não ajuda à criatividade (e digamos que deixa de ter piada quando demasiadas fotos têm como pano de fundo coisas do meu local de trabalho). Mesmo assim acho que correu bastante bem para uma novata.


Este mês a Chantelle volta a lançar o desafio - uma fotografia por dia em Fevereiro - e eu vou tentar disciplinar-me novamente para entrar no desafio. Como ela diz, "All you have to do is use any camera you have {iPhone, Smartphone, Digital, DSLR, Polaroid … seriously anything that captures photos} and use the daily prompt as inspiration.". É suposto ser divertido, por isso quantos mais, melhor.

Saibam tudo aqui

Defeitos

Sou uma pessoa como as outras e também tenho defeitos (pois, nunca disse que era perfeita, e os que aqui vêm conhecem-me e isso não constitui novidade).

O defeito que mais irrita as pessoas à minha volta é, sem dúvida a mania que eu tenho de as corrigir (corrijo o português, o inglês, factos e factóides, etc). Sei que irrita, que dá impressão que sou arrogante e que as pessoas me olham de lado. Ou isso é o que os outros percepcionam. Do meu ponto de vista tem tudo a ver com a accurracy, a exactidão das coisas (sou um projecto de cientista, foi-me incutido o método científico e o rigor e tenho muita curiosidade de saber como as coisas funcionam exactamente - deal with it!).

No caso da nossa língua, se aprendemos todos as mesmas coisas na escola, com o mínimo de exigência e de rigor, porque raio temos que maltratar o nosso português, seja em que circunstância for? Porque não escrevemos sem erros, porque deixamos que as nossas regras gramaticais se relaxem e abandalhamos? E não, o argumento "escrevo por lazer, só por diversão, pode ter uns erros" é inválido - a língua, uma vez aprendida como deve ser, deve ser sempre usada correctamente, sem ser deturpada.

Não quero dizer com isto que sou um guru da língua portuguesa. Também erro, mas aprendo com os erros e, em caso de dúvida, tento esclarecer-me - ponho no Google, vou ao Ciberdúvidas, qualquer coisa. Há 5,22 milhões de indivíduos ligados à Internet em Portugal, não há desculpa para não ir à procura.

Não pensem que aquela pessoa irritante (eu!) vos está a corrigir para vos rebaixar ou humilhar. Está a corrigir-vos porque quer que aprendam, que não passem vergonhas por não saber as coisas ou por aplicar mal as regras. Vivendo e aprendendo, não é o que se diz?

Audiência

Em 2005 criei um perfil no Blogger, longe ainda de imaginar a mega-máquina de integração de serviços em que a Google se transformou. Nunca publicitei nenhum dos espaços que criei, começava com muita inspiração que pouco depois se esvaía, não tinha comentários, escrevi em português e em inglês, apaguei endereços, apaguei posts, mudei de URL e assentei arrais no "Sétima Vez" como está hoje, algures em 2009.

Este é um blog semi-público e semi-pessoal. Está só mencionado num cantinho do meu perfil do Facebook, ao qual a maior parte das pessoas não liga. Tenho várias subscrições a outros blogs no Google Reader, mas por causa do meu lado ligeiramente anti-social é muito raro comentar (por duas razões principais: as pessoas não me conhecem de lado nenhum e não quero parecer uma stalker), e por isso não tenho amigos do Blogger (se tenho os "amigos" do Facebook, os "amigos" do Twitter e os "amigos" do IG também posso ter os "amigos" do Blogger, ok?). Aliás, a minha audiência é bastante reduzida: o número de transeuntes listado na barra do lado direito: um colega de trabalho, a esposa dele, duas amigas e um outro senhor que eu acho que veio cá parar por acaso.

Vou escrevendo umas coisas esporadicamente e vou pondo umas fotografias. Não tenho ambição que a escrita se torne pseudo-filosófica e profunda, não fui de Erasmus nem me mudei para outro país, não viajo muito e não me parece que as pessoas que aqui passam queiram saber a minha opinião acerca de coisas mundanas. Quer dizer, acho que não lhes interessa e eu nem escrevo assim tão bem. O meu amor à moda resume-se a uns ténis confortáveis e a umas calças de ganga, por isso este blog está a milhas de ser um blog de fashionista (não tenho nem tempo, nem paciência, nem €€). Não tenho nenhum talento especial (não faço bijuteria, nem sacos de pano, nem tricoto cachecóis - fiz isso uma vez, e da segunda vez fiquei-me por fazer uma espécie de gola porque não me apeteceu continuar), e o hobby que gostava de desenvolver consome algum tempo, dinheiro e, na minha opinião, requer disponibilidade e tempo de aprendizagem (sim, a fotografia).


Num texto que já é bastante longo para os padrões do "Sétima Vez", queria apenas salientar que este é um blog que vive da esporádica inspiração da autora, sem assunto definido e por vezes sem qualquer interesse. Obrigada aos 5 que estão ali à direita e aos que cá caíram de pára-quedas.

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

.os últimos dez

A Discovery of Witches
O Meu Irmão
História do Novo Nome
World Without End
World Without End
The Handmaid's Tale
Outlander 4 - Tambores de Outono
A Viajante
A Libélula Presa no Âmbar
If This Is a Man


Lia's favorite books »